#estupronuncamais [dia2]

Nossa luta é longa e vai continuar. Contra a cultura de estupro que não está só no estupro, mas em todos os pequenos abusos e violências que nós, mulheres, sofremos no dia a dia. Uma cantada na rua, um comentário maldoso sobre uma mina em rodas de amigos, o questionamento de “que roupa ela estava vestindo” ou de “mas ela estava sozinha?”, um agarro não permitido pela garota que o cara estava ficando, qualquer pensamento ou menção sobre uma mulher “merecer ou não merecer” ser estuprada. Todos esses atos fazem parte de uma cultura de estupro. O adesivo para carros feito com a presidenta eleita, a recepção de Alexandre Frota no Ministério da Educação, o abusivo PL5069, de Eduardo Cunha, que retira os direitos das vítimas de estupro. Todos esses atos constituem a cultura de estupro. E é a ela que dizemos o nosso NÃO. #machistasnãopassarão #estupronuncamais #vigiliafeminista #vigiliafeministaMG #abaixooPL5069

ps: vídeo produzido pelo coletivo de mulheres Vigília Feminista MG. esse foi o vídeo que fizemos hoje, no segundo dia da Vigília Feminista contra a cultura do estupro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *