Warning: Declaration of Bootstrap_Walker_Nav_Menu::start_lvl(&$output, $depth) should be compatible with Walker_Nav_Menu::start_lvl(&$output, $depth = 0, $args = Array) in /home/miradapo/public_html/nataliamenhem/wp-content/themes/stanleywp/functions/function-extras.php on line 61
Precisamos falar sobre a cultura de estupro [Ainda sem nome] - ventilando pensamentosventilando pensamentos

Precisamos falar sobre a cultura de estupro [Ainda sem nome]

Na última sexta-feira tive a chance de participar de um podcast para falar sobre cultura de estupro. Chegar até lá foi uma grande e feliz coincidência: participo de um grupo chamado Vigilia Feminista e a Maira, que também participa do grupo, disse no grupo mineiro da oportunidade de participarmos desse podcast de um professor dela da PUC Minas, o Caio, e o grupo estava em busca de voluntárias. Me disponibilizei e ao conversar com o Caio, ele me explicou que o foco do podcast era falar de comunicação digital, tópico bem familiar ao podcast do meu irmão. Perguntei ao Caio qual era o nome do podcast e ele disse que se chamava Ainda sem nome –  sim, o mesmo podcast do Felipe, meu irmão. 🙂

Foi uma experiência bacana e, diante dos acontecimentos recentes, fica cada dia mais clara a importância de falarmos e refalarmos, enquanto for necessário, sobre os temas que nos são importantes e sobre as mudanças que queremos e precisamos fazer para uma sociedade mais justa.

Hoje, tomando café numa pousada e conversando com o dono, um senhor de mais de setenta anos, ele criticou o machismo, contando que na certidão de nascimento de sua avó, que nasceu na segunda metade do século dezenove, dizia de seus bisavós: o bisavô, de nome tal, profissão tal e residente na sua propriedade, a bisavó, de nome tal, afazeres caracteristicos de seu sexo (!!!!)  e residente na propriedade do marido. Concordamos, Felipe, Carol, Bruno e eu, com a crítica ao machismo,  ao que o senhor diz que a culpa do machismo é das mulheres, que criam filhos e filhas machistas. 😮

Sim, precisamos falar sobre machismo.

Quem quiser ouvir o podcast, está nesse link aqui: http://www.aindasemno.me/93/.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *